• Home /
  • Sobre /
  • Contato /
  • Categorias
  • Natureza da mulher

    "Lunna Marcela A. Campos"
    Se me magoa descarto
    Se não posso ser eu
    Jamais serei outra
    Doce e amarga,
    Dura e derretida
    Não sou uma boa mistura?
    Força e leveza
    Concedem-me o dom
    Entender sem abaixar
    Abraçar sem apertar
    Beijar sem compactuar
    Permitir somente aquilo que me faz bem
    Sou filha do vento
    Nasci para voar
    Se me prender vou escapar
    Por maiores que sejam os teus grilhões
    Levo no peito o brado dos leões
    Lanças de gelo no meu sangue se incendeiam
    Nos mares profundos viro sereia
    Nem deserto me atinge
    De certo me verás nalguma esfinge
    Olhou para o sol e não me viu?
    Olhe a lua e me verás
    O ano inteiro, Janeiro, março e abril
    Estou aqui, ali ... em todo lugar.
    Comentários
    1 Comentários

    1 Comentários:

    1. Oie Linda, adorei o texto e adorei a imagem que você colocou, tudo a ver com esse poema né =).
      Adorei o começo, "se não posso ser eu, jamais serei outra pessoa". Beijos minha linda.
      http://sabrinaikeda.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir



     
    Copyright © Como vejo o mundo | Blog | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO