• Home /
  • Sobre /
  • Contato /
  • Categorias
  • Eu era poesia

    "Josielma Ramos"

    Mergulhei bem profundo,
    Abaixo do oceano e do mundo,
    A procura de quem eu era.

    Achava que me conhecia,
    Assim como tão bem e claramente,
    Conheço minha poesia.

    Acontece que eu estava enganada,
    Minha mente estava tumultuada,
    Um turbilhão em minha volta.

    Julguei ser aquela menina,
    Que escrevia a tão pura e bela poesia,
    Acabei por fim a descobrir que sou apenas eu.

    Pensei ser a pessoa que tão detalhadamente,
    Tão perfeitamente,
    Eu descrevia linha a linha na minha poesia.

    E era...
    Só que mais triste talvez,
    Desconheço mais e mais,
    As mágoas que trago na alma.
    Comentários
    0 Comentários

    0 Comentários:

    Postar um comentário



     
    Copyright © Como vejo o mundo | Blog | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO