• Home /
  • Sobre /
  • Contato /
  • Categorias
  • Pouco a pouco estou morrendo

    _Não chora! não chora que é pior_ Disse a mim mesma
    Será mesmo, será que pode ser pior do que tem sido?
    Não tenho vontade de me olhar no espelho pra não ter que olhar refletido a imagem do meu fracasso, não tenho vontade de me arrumar _Me arrumar pra que?
    Apenas tenho vontade de ficar deitada o dia inteiro no escuro e silêncio do meu quarto, não espero que me compreendam, sinceramente não espero ser compreendida, fato que alguns podem chamar de vagabundagem eu chamo de profunda tristeza pregada profundamente no coração da minha alma, se é que almas podem ter corações.
    Acontece que não sinto vontade de calçar sapatos, quero sentir o chão frio sob meus pés, a verdade é que nem vontade de pentear meus cabelos tenho mais, dói fazer isso e não tenho mais paciência.
    A verdade de verdade é que cada uma dessas insignificantes coisinhas que fazemos no nosso dia-a-dia me fazem sentir que estou perdendo meu tempo, um tempo que poderia ser aproveitado de maneira melhor do que ficar me lamentando por não fazer nada.
    Eu tenho a vontade e a ideia dentro de mim, só não sinto a felicidade de dize-la ou colocar pra fora, e toda vez que tento sinto o chão se abrir embaixo de mim, ouço alguém rir ou gritar comigo, me mandam calar a boca, quanto tempo terei mais que aguentar viver assim? minha vida são pequenos fragmentos perdidos pelo mundo, um mundo que talvez eu nunca venha a conhecer, estou apenas perdida tentando me encontrar, e quando penso que estou  chegando perto me afasto do objetivo, fujo da realidade, tenho medo dela, não é fácil assumir, mais essa é a verdade, tenho medo de ter me tornado adulta, medo de nunca conseguir ser adulta.
    A verdade é que eu sinto que estou morrendo
    Comentários
    0 Comentários

    0 Comentários:

    Postar um comentário



     
    Copyright © Como vejo o mundo | Blog | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO