• Home /
  • Sobre /
  • Contato /
  • Categorias
  • Deserto

    "Josielma Ramos"

    Estava tão só e distante,
    Com areia quente,
    Queimando minha pele.

    Estava tão cansada,
    Sem vontade de mais nada,
    Não queria caminhar,
    Naquela estrada sem mar.

    O ar queimava minha vida,
    Me afogava no deserto sem fim,
    A náusea me consumia,
    No balanço do mar sem mar.

    Talvez fosse miragem,
    Talvez plena ilusão,
    Mais minha vida se esvaia,
    Na total escuridão.

    Comentários
    3 Comentários

    3 Comentários:

    1. Retribui dando uma passadinha no meu blog e seguindo-o? Espero que goste dos textos, qualquer coisa deixe seus pedidos e palpites sobre o blog nos comentários. Agradeço desde já...

      papodeconfidente.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    2. Oii, o seu blog tá lindo! Passei pra avisar que te marquei em um selo :D
      http://vaidesalto.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Muito obrigada, esse é meu primeiro selo, que alegria, vou dar uma passada lá no seu blog agora...Beijos

        Excluir



    Visões Poéticas

    Visões Poéticas
    clique para comprar

    Borboletas na garganta

    Borboletas na garganta
    clique para comprar

    ♥ Facebook

    Seguidores

    O que estou lendo!

     
    Copyright © Como vejo o mundo | Blog | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO