• Home /
  • Sobre /
  • Contato /
  • Categorias
  • Medo

    "Josielma Ramos"

    O medo que sinto...
    Não é o mesmo de antes,
    Não é o medo doente.

    O medo que sinto...
    Não é do vento lá fora,
    Não é do escuro do quarto,
    Nem dos fantasmas do meu passado.

    O medo que sinto...
    Não é de bicho do mato,
    Não é de bicho estranho,
    Não é um medo estranho.

    O medo que sinto...
    Não é de surra, de mãe ou de pai,
    Não é de chinelo, nem cinta,
    Não é medo de disciplina.

    O medo que sinto...
    Não é medo de me aventurar,
    Não é medo de voar,
    Não é medo de sair,
    Não é medo de cair.

    O medo que sinto...
    Cresce a cada instante,
    É um medo constante,
    É um medo dormente,
    E sendo constante é ausente.

    O medo que sinto...
    É o medo de estar aqui,
    É o medo de estar crescendo,
    É o medo de não poder fingir,
    É o medo de não querer fugir.

    ...O medo que sinto.
    Comentários
    0 Comentários

    0 Comentários:

    Postar um comentário



     
    Copyright © Como vejo o mundo | Blog | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO