• Home /
  • Sobre /
  • Contato /
  • Categorias
  • Lágrimas Carmesim

    "Josielma Ramos"

    O som do piano,
    Não tem mais emoção,
    São notas vazias,
    Na escuridão.

    São lágrimas tristes,
    No rosto sem vida,
    Da jovem...
    Pálida e fria.

    Quem dera,
    Que tivesses o amor,
    Que tanto sonhava.

    Quem dera,
    Que tivesses a vida,
    Que tanto almejavas.

    Lágrimas de sangue,
    Brotam nos olhos mortos,
    Da bela jovem...
    Pálida e fria.

    Da estátua fria,
    Do rosto vazio,
    Do coração de pedra,
    Das mãos geladas.

    No vestido branco de neve,
    Manchado pelas puras lágrimas carmesim,
    De morte, jovem, bela e pura,
    Triste, fria, moça, doce e morta,
    Fria, moça, jovem.

    Ao som do piano,
    Que tristemente toca,
    Suas notas vazias e frias,
    Para a triste moça morta,
    A chorar carmesim.
    Comentários
    0 Comentários

    0 Comentários:

    Postar um comentário



     
    Copyright © Como vejo o mundo | Blog | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO