• Home /
  • Sobre /
  • Contato /
  • Categorias
  • Falso Amor

    "Josielma Ramos"

    Sonhos se constroem,
    Decepções destroem,
    Amores se conquistam,
    Desprezo Também.

    Do mesmo modo, como é fácil se apaixonar,
    Também é fácil machucar.

    Não me prometa amor sincero,
    Com dedos cruzados nas costas,
    Não me despreze pra depois
    Vir bater na minha porta.

     Não segure a minha mão,
    Não me diga palavras bonitas,
    Palavras se perdem ao vento,
    A mão envelhece com o tempo.

    Não me jure amor eterno,
    Não me prometa o impossível,
    Não me dê às estrelas e a lua,
    Elas não são suas.

    Não me prometa o infinito,
    Nada é impossível?
    Então o infinito também pode acabar.

    Não me dê seu coração,
    Farei dele pedacinhos,
    Assim como se rasga fácil o papel,
    Para você aprender.
    A não brincar com o meu,
    Que um dia já foi seu.

    Não me prometa nada,
    Não quero mais ouvir,
    Suas palavras sujas,
    Cheias de hipocrisia,
    Palavras vazias.

    Não quero mais desperdiçar meu tempo,
    Amando o invisível. 

    Não quero mais perder meu tempo,
    Amando o impossível.
    Comentários
    0 Comentários

    0 Comentários:

    Postar um comentário



     
    Copyright © Como vejo o mundo | Blog | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO