• Home /
  • Sobre /
  • Contato /
  • Categorias
  • Dia de tédio frio

    "Josielma Ramos"

    Hoje o dia é estranho,
    O dia é frio,
    Chove lá fora,
    E chove aqui dentro.

    Mais a chuva daqui de dentro,
    É uma chuva que dói,
    São lágrimas de raiva e decepção.

    Raiva cansada,
    Pela inveja e corrupção,
    Intolerância e escravidão.

    Decepção cansada,
    Por alguém que muito me amou,
    E hoje em minha lembrança,
    Já se apagou.

    Hoje o dia é triste e frio,
    Não há música, nem melodia,
    Apenas o vazio do tédio,
    Dentro do prédio vazio.

    É um dia frio,
    Dia de rancor,
    Esqueço-me de tudo,
    E tento fugir dessa dor,

    Das mágoas e feridas,
    Que em mim alguém deixou,
    Abandonada a mercê dessa dor.

    Comentários
    2 Comentários

    2 Comentários:

    1. seus poemas são lindos e de partir o coração. obrigado por compartilhar

      using google translate, hope this makes sense! <3

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. obrigada sua opinião é de muito valor pra mim, pois não sei se sabe, sou muito fã de seu blog.

        Excluir



     
    Copyright © Como vejo o mundo | Blog | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO