• Home /
  • Sobre /
  • Contato /
  • Categorias
  • Coração Nanquim


    "Josielma Ramos"

    Meu estado de espirito controla o tempo,
    Hoje o céu se fechou para mim,
    As nuvens irromperam numa escuridão sem fim,
    Chove em mim e sobre mim,
    Meu coração é puro nanquim.

    Hoje as nuvens choram,
    Choram por minha tristeza,
    Choram por minha apatia,
    Minha amargura vazia;

    Choram por eu estar morta,
    Pois mesmo viva eu já não respiro,
    Já não existo,
    Coexisto, 
    Difundindo-se na minha essência vazia e liquida.

    Minha sinfonia já não tem melodia,
    Tudo que se ouve saindo de mim,
    É um gemido de dor sem fim,
    É o meu fim.
    Comentários
    2 Comentários

    2 Comentários:

    1. Minha linda, me identifico sempre com seus poemas que são lindos e inspiradores. Meu estado de espírito também controla o tempo, e a dias que são cinzas e vazios por dentro. Há dias que parece que a vida não tem graça, não tem cor e não tem saída, só a dor e escuridão. Agora quero ver um poema seu dos dias coloridos e de arco-íris. Beijos minha linda.
      http://sabrinaikeda.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Sa, que comentário lindo, dias sem cor dão bons poemas, mas prometo em breve postar um poema bem lindo de um dia bem colorido rsrss.
        Beijos

        Excluir



     
    Copyright © Como vejo o mundo | Blog | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO