• Home /
  • Sobre /
  • Contato /
  • Categorias
  • Segregação

    Imagem: We heart it
    "Josielma Ramos"

    Era vergonhoso ser negra,
    Era humilhante nascer negra,
    Apontavam e julgavam,
    Ainda criança a ofendiam,
    Olhavam esquisito,
    De canto de olho,
    Olhavam torto,
    Será que vai me roubar?
    A vida inteira repelida,
    Impedida de lutar,
    Teve que se casar,
    Casar com um branco para seus filhos não passarem pela mesma humilhação,
    Para a cor se misturar,
    E assim por diante ate a negritude sumir nos traços de seus netos e bisnetos,
    Mas casar-se com um branco?
    Isso é, se o branco lhe quiser,
    Sim porque as vezes o máximo que quer é a negra na sua cama,
    De pernas abertas,
    E boca fechada,
    Aberta só se for pra gemer,
    Mesmo que não seja de prazer,
    Fetiche do branco,
    Tesão do branco,
    Quer a neguinha pra lhe chupar,
    Pra sentar e lhe fazer gozar,
    E pobre da neguinha se reclamar,
    Tem é que agradecer,
    Por um cara branco lhe querer,
    Por ele querer trepar com você,
    Agradeça o favor.
    Era vergonhoso ser negra,
    Mas ainda é humilhante ser negra!
    Depender da pena dos outros?
    Isso eu não aceito não,
    Vergonhoso?
    Vergonha tenho de ter nascido em um mundo que ainda nos segrega,
    Nos chicoteia,
    Nos ofende,
    E nos mata,
    Não é vergonhoso ser negra,
    Se essa é a minha cor,
    A cor que a deusa me deu,
    A raça que ela escolheu,
    Não é vergonhoso ser negra,
    Vergonhoso é ser humano.

    Comentários
    0 Comentários

    0 Comentários:

    Postar um comentário



    Visões Poéticas

    Visões Poéticas
    clique para comprar

    Borboletas na garganta

    Borboletas na garganta
    clique para comprar

    ♥ Facebook

    Seguidores

    O que estou lendo!

     
    Copyright © Como vejo o mundo | Blog | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO