• Home /
  • Sobre /
  • Contato /
  • Categorias
  • Sem Liberdade

    "Josielma Ramos"

    Cadê você?
    Tento enxergar em meio à névoa,
    Que se formam em frente meus olhos,
    Ela não encobre a dor no meu coração.

    Onde estará?
    Perdeu-se no meio do caminho?
    Ou encontrou outra estrada?
    Desistiu de mim.
    Ou foram suas escolhas que sempre estiveram erradas.

    Não me importo mais,
    Consigo soprar a névoa que distorce minha visão,
    Consigo soprar a poeira que encobre meus pés,
    Pés que nunca se moveram.

    Fiquei aqui por tanto tempo,
    Que me perco em datas,
    Não sei como começou,
    Quando,
    Ou porque,
    Mais sei por que teve fim.

    Não me pergunte mais nada,
    Cansei das de dar respostas,
    Você não as escuta,
    De que adianta,
    Não quero ter que passar por isso de novo.

    Quero ser livre,
    Mais não posso,                     
    Você cortou minhas assas.
    Comentários
    0 Comentários

    0 Comentários:

    Postar um comentário



     
    Copyright © Como vejo o mundo | Blog | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO