• Home /
  • Sobre /
  • Contato /
  • Categorias
  • A garota no gelo - Robert Bryndza - Resenha de Josielma Ramos


    Sinopse: Seus olhos etão arregalados... Seus lábios estão entreabertos... Seu corpo está congelado... Mas ela não é a única. Quando um jovem rapaz encontra o corpo de uma mulher debaixo de uma grossa placa de gelo em um parque ao sul de Londres, a detetive Erika Foster é chamada para liderar a investigação de assassinato. A vítima, uma jovem e bela socialite, parecia ter a vida perfeita. Mas quando Erika começa a cavar mais fundo, vai ligando os pontos entre esse crime e a morte de três prostitutas, todas encontradas estranguladas com as mãos amarradas, em águas geladas nos arredores de Londres. Que segredos obscuros a garota no gelo esconde? Quando mais Erika está perto de descobrir a verdade, mais o assassino se aproxima dela. Com a carreira pendurada por um fio depois da morte de seu marido em sua última investigação, Erika deve agora confrontar seus próprios demônios, bem como um assassino mais letal do que qualquer outro que já enfrentou antes.

    A garota no gelo é o primeiro livro de Robert Bryndza publicado no Brasil e, também, seu primeiro romance policial. O autor começou sua carreira publicando a série de chick-lits protagonizada por Coco Pinchard, e estreou nos romances policiais com a história da detetive Erika Foster, que se tornou bestseller e ganhou outras duas continuações, The Night Stalker Dark Water

    Resenha: Após a morte do marido em sua ultima investigação, Erika Foster é afastada de suas funções como investigadora, mas meses depois quando Andrea Douglas Brown, a filha de uma figura politica importante em Londres é encontrada morta em um lago congelado próximo a um museu, ela é chamada para assumir o caso, logo Erika descobre que a socialite não foi a única vítima do assassino, porém as outras 4 mulheres por serem prostitutas faz com que o caso passe despercebido e o assassino impune.
    O livro é daqueles que desperta sua curiosidade já no começo, com capítulos curtos e narrativa envolvente, o que nos faz perder a noção do tempo, eu particularmente tenho uma paixão especial por Romances policiais (como podem ver nas minhas resenhas anteriores o meu amor por Agatha Christie). O livro começa em um ritmo tranquilo e conforme ele vai se desenvolvendo você vai se aprofundando na leitura mais e mais após conhecer os personagens e entrando em um ritmo frenético ao ir descobrindo novas evidências, é uma leitura que flui, o livro é narrado em em terceira pessoa na perspectiva de Erika Foster.
    O que eu mais amo em livros nesse estilo é chegar ao fim sem que o autor deixasse escapar quem é o assassino, estou super ansiosa para acompanhar o que vem por ai com a continuação desse livro maravilhoso.
    Comentários
    0 Comentários

    0 Comentários:

    Postar um comentário



     
    Copyright © Como vejo o mundo | Blog | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO