• Home /
  • Sobre /
  • Contato /
  • Categorias
  • Alma


    "Josielma Ramos"

    A angústia e a dúvida,
    Caem sobre mim,
    É tudo que resta,
    De um passado que não vivi.

    Sou hoje sombra de luto,
    Névoa encardida,
    Velharia esquecida,
    Sombra de alma...
    De alma assassinada.

    Lá fora tudo é triste e frio,
    Minha alma chora,
    De vergonha e dor.

    Som alma triste sem vida,
    Alma sem coração... Perdida e sem razão,
    Alma sem inspiração.

    Comentários
    0 Comentários

    0 Comentários:

    Postar um comentário



     
    Copyright © Como vejo o mundo | Blog | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO